artis: a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9

lirik lagu 1° passo – 4° templo

Loading...

alô yunnin
tô com os pela no porta mala
rap não é só dinheiro

então vê se não me gasta
ela cola na minha gang
quase infarta eu de wolf polo
ela só de saia
não tenta usar nosso talento como escada
um degrau de cada vez com as madeira quebrada
fantoche ou faraó escolhe bem a estrada
império não se faz sozinho
nessas quebrada
as nota jogada
parede manchada
força de dobrada
em meio a madrugada
ela me liga, não escuta nada
amargurada isso aqui é alvorada
tudo pirada as ex namorada disputa hoje ta bem acirrada
perdida em meio ao caos
dando várias baforada
não julgo mas não fico por aí dando mais falha!!

á um p-sso do céu, e na beira do abismo, na terra (na terra)
não treme na base, no mic e no oficio se intera (se intera)
tocando no estúdio pra representar minha quebra (minha quebra)
pra realizar sonhos no pique sheng long, sem esfera, com esses fera

intactos
firme em deserto igual cacto
eles, tão rasos, são paquitos
mano, igual pac, tô
morto e cansado do mundo, de fato
supero o infortúnio sem pacto
buscando extrato tão, nois é estratégia
no corre dos ato, são mais que tuas média
os rapper de papo, isso é mato, comédia
nas briga entre os rato mais fraco, cês perde
cortemo a balela
cês falam, cês falam, cês falam, “cês-cês-cês” não fera
me erra, minha busca é por resultados
não papo de fado já largado há eras
aqui, se é pra trampo, é pra trampo
é pra ficar patrão
seguindo pesquisando os campos
voltar dando aula entre os tantos
que não vêem o valor que nós demos ao manto em ação

á um p-sso do céu, e na beira do abismo, na terra (na terra)
não treme na base, no mic e no oficio se intera (se intera)
tocando no estúdio pra representar minha quebra (minha quebra)
pra realizar sonhos no pique sheng long, sem esfera, com esses fera