artis: a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9

lirik lagu 457 – mc coé

Loading...

[refrão]
tá fluindo
tô chegando
e o piloto acelerando
e o sol queimando a minha pele
rj o sangue ferve

tá fluindo
tô chegando
zona norte tá p-ssando
e o sol queimando a minha pele
tô no 457

[verso 1: mc coé]
coé da norte da cidade
gastando 10 flow na base
tô no 457
decidi me jogar
partindo pra zona sul
fazer uma missão no lins
que os amigos tão doidão pra ver o mar
do asfalto, da queima de onde bate o coração
por isso o sangue ferve, mas sem perder a razão
é, certo é o certo e a humildade prevalece
não importa a geografia que tu -ssina no teu cep
por aqui vagabundo apavora
marechal rondon, piloto decola
no busão aqui andam todos sem mola
am-ssando os sanduíche que tão dentro da sacola
ih! na visão do morador não sou bem vindo
com o sorriso de um domingo lindo sinto
o astro rei me invadindo
tô zuando, tô suando, tô só pingo

[refrão]
tá fluindo
tô chegando
e o piloto acelerando
e o sol queimando a minha pele
rj o sangue ferve

tá fluindo
tô chegando
zona norte tá p-ssando
e o sol queimando a minha pele
tô no 457

[verso 2: mc coé]
com os dois pé na areia começo a palmear
pra encontrar os amigos que também vieram de lá
pode (?), porque tem sempre um que vem
lá da zona que fabrica os surfista de trem
party do marcelo, geladão é relíquia
só uma sedinha de brinde pra quem se identifica
é, um papo no -ssovio, a m-ssa já se liga
que esse é o ritmo do rio
longe dos parasita
melhor secar bem as mãos pra não rasgar bem as smoke
na cadeirinha portando a lupa da evoke
tô, mó calor, a mina ali me tonteou
ela levantou, olhou pro mar, também vou

[refrão]
tá fluindo
tô chegando
e o piloto acelerando
e o sol queimando a minha pele
rj o sangue ferve

tá fluindo
tô chegando
zona norte tá p-ssando
e o sol queimando a minha pele
tô no 457

[verso 3: sant]
é o bonde do 517, não 1-4 mais
se vier aproveita que a praia ainda é de graça
hoje o sol e o mar mata minha sede
já que o bloco é só patrão
rolé sempre é de mercedez-benz
vhrum! vhrum! com chofer e trocador, neném
rhum! rhum! e eu já avistei o caô
no calor minhas neurose parece tão pequena
eu vou de encontro as marquinha da morena
do ponto final a outro
ter acesso ao céu é luxo
aqui vive no esgoto
os padrões mudaram após ao túnel
mas os seus também, neguin
pra mim tu é mó escroto (valeu?)
(?) da cadeira e o guarda-sol
nosso escritório é aqui, mas pra tua laia é cerol
malandro (?) meu norte, zs vira quintal
vida loko original, daqui vou levar sal

[refrão]
tá fluindo
tô chegando
e o piloto acelerando
e o sol queimando a minha pele
rj o sangue ferve

tá fluindo
tô chegando
zona norte tá p-ssando
e o sol queimando a minha pele
tô no 457