artists: a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9

lirik lagu uaia – l-ali (portugal)

Loading...

[profjam]
man é mm aqui q entro na puta do beat
a batida é wood e weed, eu sou pica-pau
tou co l-ali, vejo a tee la no cabide
meu puto junta-te à team, vejo ali cacau!
um puto é luther king, lucid dream nesse ringue
eu só vim de patins pa riscar o chão
they cool – tou na sauna now, deixo o aluno dar a aula now
se esse paper não pinga – txau!
juro, viro mudo – eu não mudo um mundo mau!
nunca fui neruda, só um puto em portugal
à procura dum futuro mas o muro é muito alto!
faço rima parkour a ver se cura e dou o salto…
o meu nome numa tour a partir tudo o que há no palco…
um cheque bem chorudo e sobretudo ver se entalo
numa bunda cheia de lube ca at-tude partir pau…
os que duvidaram agora pensam no ‘uau!’
muitos me imitiram, desistiram – sou o auge!
juntos num destino num caminho curto e fausto
na broa cos meus putos a curtir e muito o caos!
esses nao sao meus filhos, nunca tive de educá-los
e se ficaram sem concerto é pq eu tive de ir tocá-los…

eu devo odiar beats pa tar sempre a matá-los
e devo odiar bicos pa querer sempre acabá-los…
…nos dentes duma b-tch cos meus ovos à cavalo
e se a vaca ainda ri, vê bem o q a vaca vale
ela abre o buraco pq eu vou lá cavá-lo
devo ter uma pá no lugar do meu pau…

uaia uaia uaia uaia uaia uaia uaia

[l-ali]

nao deixes o rapgame mudar alguém
deixa que alguém mude o rapgame
de queixo erguido
desleixo em mim
vi que isto -ssim é só mesmo virar uns frangos
só temo em tar sem largar a demo
ateimo em largar muito mais este ano
3 anos aqui já pus cvs que são cds de 10 anos de alguns manos

faço isto tipo nada
ponho-te a por cara feia tipo limonada
e nem digo nada
consciência imaculada
int-tulada equivocada aqui focada arquivo barras

não levantes a voz
melhora os argumentos
sublinho baixinho só para ver se aguentam
faço mil por concerto
dou 2 mortais para traz enquanto rimo

por vezes atiro petas
construo uma cerca sublime
cerca o mundo em que vivo
enquanto debito letras
caneta vira picareta no beat
insiro fendas
um ser circense num circo que serve para seres a
carne para o canhão que eles rebentam
já foram enrolados
acendam
fazes parte do padrão que mil escolheram
no mês que leram
que era esperado no próximo ano muitos se encolheram
é
sabem que cometo o que não cometeram

respira
a tua miúda diz que sou bom pero
raptuga virou purum pum pero
um por um vão ver o
movimento em movimento
uhhhhhh
pensavas que era um merda e é mesmo
mato o beat
sem armas
só sentimentos
sentes menos se fores demente
trago flow que rende
todo mês
como o quê flow que vende
o mesmo arroz
e bate sempre
trez anos diferentes
trazando mas vês-me a brincar
com isto como se fosse a primeira vez
vêê

[profjam]

puto tu tens tado com quem?
não vês que eu tou cercado com cães?
eq cada linha é sniff – cocaine
cada linha – tchik – cobaine (ups)

puto tu tens tado com quem?
não vês que eu tou cercado com cães?
eq cada linha é sniff – cocaine
tou na minha – tchik – cobaine