lirikcinta.com
a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 #

lirik lagu 3 . ares, o alef – rato preto | kann – ares, o alef

Loading...

vivo dos palco mas
vivo no backstage
no palco sou astro, alvo
mas humano onde quer que esteje
mais procurado que água na rave
quer minha cabeça numa bandeja
minha mente satã corteja

pode vir querer tomar
tem muita disputa pra saber qual das duas vão querer ficar
qual das duas vão querer ficar

joga a moeda pra
ver quem sai no jogo
roubei a moeda
eu fiz a moeda
já que cê tá liso
sai do jogo
só uso piteira
pra não sobrar ponta
se meu berro apita
não me desaponta
meu lápis a ponta
seu dedo aponta
minha mão aponta
não sei o que é mais rápido
sua quebra ou o fogo da ponta
eu fujo de queda, mas amo quando cai na minha conta
prefiro rimar sozinho do que mal acompanhado
resolvi e rima com o mal acompanhado
amo quando meus fantasma me assombra
doméstico pra andarem na minha sombra
sou vertigo, eles são vestígio da minha sobra
eu não jogo
eu sou o jogo
eu não corro
sou a corrida
não sinto fome
eu sou a fome
e dinheiro é a minha comida

fome da raspa do rato preto
fome da raspa do rato preto
fome da raspa do rato preto
do rato preto do rato preto

tem dois tipo de mc
os sugão patético
e os administrativos
ares ministro ativo
administro ativos
com a visão sempre ativa
corrosão ativa a ogiva
coração segura a emoção
pra não ter q arrancar dente da gengiva
quem badala a ração fica sem comida
a balança é no olho e mede a justiça
sangue no olho
põe olhos no sangue
e quem olha de mais
bala é boomerangue
quem vai aloprar os aloprozo
carrapato tentou sugar morreu com um underlicioso
já que somos a febre
então a gente não serve
somos servidos
pesado, prensado e talvez peçados, acham que somos bandidos
som bom vivos
somos bons nisso
somos bonzinhos, mas não duvide disso
6 peso na mochila
6 líder na matilha
né quadrilha é s*xtilha
esquadrilha da fumaça
fumaçando da escotilha

fome da raspa do rato preto
fome da raspa do rato preto
fome da raspa do rato preto
do rato preto do rato preto