lirikcinta.com
a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 #

lirik lagu 16:16 – gomes (prt)

Loading...

[letra de “16:16”]

baby tu vê
como o caminho é longo tu não vês a meta
nos dias fora de casa é que a saudade aperta
tenho de tar nesse mundo com cobras a perna (ohh não)
baby tu vê
não vale a pena fugir se não fosse pra ficar bem
eu não tenho noção das coisas que eu desperdicei
mas sei que nesse final eu vou dizer que ganhei
baby tu vê

nunca foi facil eu abandonar*te (ya)
diferente mood, não era o mesmo barco (vá)
tu vai nas ondas deixa o mar levar*te (ya)
eu ia atrás mas eu não sei nadar (não)
não deixo os feelings escolherem o que ainda vem
eu tinha pouco não podias pedir 100
eu entreguei*me a ti mas não queria ficar refém
de algo que me arrependesse, agora digo * ainda bem que eu bazei
porque eu não tinha tempo p’ra ficar preso
eu queria tudo mas não suportei o peso
no outro dia ligaste e eu disse*te que um dia vê*se
mas se quisesse voltar já tinha a vida do avesso
(oh não)
porquê que tentas moldar o que não se molda?
isto é a minha vida não esperes a folga
o meu corpo nunca quebra no máximo amolga
eu já tinha problemas, vieste com dilemas
todas as que eu ja tive vieram com essas cenas
queriam tar ao meu lado, saber do passado
mas é verdade é que eu ja tava farto desses temas
tenta fazer a tua história sem pensar no resto
se eu tive com 10? não é algo que interesse
tenta ser diferente e provar*me aquilo que és
nunca quis saber a quem é que deste com os pés

baby tu vê
como o caminho é longo tu não vês a meta
nos dias fora de casa é que a saudade aperta
tenho de tar nesse mundo com cobras a perna (ohh não)
baby tu vê
não vale a pena fugir se não fosse pra ficar bem
eu não tenho noção das coisas que eu desperdicei
mas sei que nesse final eu vou dizer que ganhei
baby tu vê

mas
sinto falta do toque
não sei se me atrevo mas de 4 dás sorte
queres ser meu suporte, saber como me porto
mas o mais importante é querer*me indicar o norte
contigo eu tive lá em cima, sem tops
perdi o meu teto, eu morei sempre em rooftops
ainda tive uns tempos a pensar como é possivel
perder tudo aquilo que eu tinha por ter abusado em decotes
calma baby não vais mudar muito mais
aprende, quando eu atendo são sinais
já faz tempo que este vento me atirou p’ra baixo
mas eu vou sempre voltar ao sitio onde eu me encaixo
p’ra mim fotografias não passam de memórias
eu só guardo aquelas que me lembram glórias
muro a nossa a frente e eu com preguica de subir
então virei a costas e decidir seguir (oh não)

baby tu vê
como o caminho é longo tu não vês a meta
nos dias fora de casa é que a saudade aperta
tenho de tar nesse mundo com cobras a perna (ohh não)
baby tu vê
não vale a pena fugir se não fosse pra ficar bem
eu não tenho noção das coisas que eu desperdicei
mas sei que nesse final eu vou dizer que ganhei
baby tu vê