lirikcinta.com
a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 #

lirik lagu 11 – regula

Loading...

[intro]
apl style
f*ck is up, forty? warup?

[verso 1]
é extraordinário, [como não?] revolucionário
mobiliza tropas com o poder do vocabulário
ficas sem comentários
sobre dicas do diário do operário
que bule sem salário
underground [?]
[?] superviso [?] e informo mais do que noticiário
não piso santuários
[pois?] falo com deus
e não preciso de nenhum intermediário
só preciso de estar solitário
para ter acesso ao mundo [por detrás?] do meu armário
onde [?] imaginários [?]
cabem no aquário
deste missionário que também é visionário
tu vês*me como adversário
mas eu é que vejo pequeno
perante grandes problemas que eu tenho diários
tu só fazes igual aos otários
maioria dos teus [pais?] nem sabem o abecedário
[jamais?] me comparem a estes [bacanos?]
ele não tem um planeamento
tem a mente como um plano
[?] para mostrar o [?]
não me misturo, pois sou puro
como a coca [?]
mas quem não compreende, diz que eu sou esquisito
porque o [?] não me demito
e tudo que eu recito vai além do infinito
porque o pensamento é maior do que [?]
[e onde habito?] não passo nas horas impróprias
para veres se és um caso [sem remédio?]
[?] autópsias
há tempos perdi o pé
mas jamais é fé
tenho amor à camisola
mesmo não sendo o pelé

damas dizem “é impressionante”
tenho um metro e 68
mas na cama sou gigante
cotas me acham repugnante
[pois?] procuro mais [?] diamante

não lhe dês muito [?]
se ela me critica
mas no fundo não me larga da braguilha
mas para ser franco
me chama repugnante
pois não fico em branco
nem com o benfica em campo