lirikcinta.com
a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 #

lirik lagu 3! – talharim

Loading...

meu coração é uma escola erguida
onde p-ssa uma avenida
e não dá nem pra escutar o próprio pensamento
a minha voz é uma voz cansada
de tanto cantar tanto pra nada
e de vez em quando ela quer me abandonar
eu já não tenho mais vias de me afastar
porque o caminho mais fácil me enoja
e o mais difícil me quase mata
e é tudo cada vez mais lento
porque a vinte anos atrás eu taria é agradecendo
por ter comida, por ter sossego
mas o conforto é um conforto que eu não posso mais me dar
eu não encosto minha cabeça no travesseiro
enquanto a mente funcionar
é idiota, mas é só -ssim pra ela não me abandonar
eu tomo doses e doses de cafeína
pra ver se algo me fascina
mas o tédio sempre há de continuar
e a vida tende sempre ao tedioso
então eu já tô preparado
mas o preparo não impede de doer
eu jogo cartas, eu vejo vídeos, escrevo letras
meto minha cara em um monte de tetas;
eu faço tudo que eu posso fazer

se a vida é tipo um jogo eu quero me jogar
da janela do terceiro andar
não é pra morrer, é só pra machucar
é pra sentir que um dia eu de fato vou morrer
e de alguma forma entender
o que é que isso significa

eu não tenho nada a perder
por isso é difícil manter
minha mente sempre a aprender
algo, algo
eu não tenho nada a dizer
mas eu digo mesmo sem ter
talvez isso que faça eu ser
algo, algo

o que eu falo é sempre muito amargo
e mesmo apesar de sábio
ninguém se interessa a ponto de raciocinar
e eu sou sempre visto como pessimista
tento clarear a vista
mas vocês sabem muito bem que às vezes não dá
eu ouço artistas alegres
pra compensar o meu temperamento
pra não virar alguém insuportável
mas não dá mais pra voltar no tempo
e eu sei que o que eu faço não faz bem pras suas saúdes mentais
a alegria é superestimada
ela não vale nada demais
e quantas vezes eu já a tive e olhei pra trás
em busca de inspiração na minha tristeza
porque é ela que me dá gás
mas se eu busc-sse a felicidade
vocês tariam ouvindo “espaguete”
ou jota quest
e não a mim, seus animais

ninguém te obrigou a dar play
não reclame, eu te avisei
mais de 10 minutos, você é burro?
burra?
não tem nada bom pra fazer?
nenhum filme que queira ver?
ninguém quer te dar nem comer?
trouxa, trouxa

faça como eu, busque sentido em outras pessoas
o seu pib cresce ao exportar suas decepções
dói um pouco menos quando a sua mão aperta uma bunda
e é quase suportável quando apertam seu coração
se houvesse sentido, eu taria mil vezes pior
graças a frederico eu me sinto muito mais só
e essa solidão ao menos mostra a minha impotência
e o desgosto vira puramente a sua consequência
ó pátria amada, brasil
por que és um conceito abstrato e não real?
se o meu saudosismo e esse protofascismo fosse algo
do mundo material
eu iria de encontro a ele
pra viver um grande amor
no seio desse utilitarismo racional
um sistema tão longe do ideal
mas que abraça a minha vontade de ser sempre radical
sem sair do lugar

eu não tenho nada a perder
exceto o meu próprio ser
e a reputação a manter
viva, viva
eu não quero nunca mudar
eu só quero me acostumar
pra manter a minha soberba viva
viva
eu me sinto tão superior
só porque eu sei que não sou
a contradição é a minha arma
arma
tantas vezes já atirou
quase sempre quando não estou
e tão facilmente sangra a minha alma
alma…

a vida é muito longa pra eu me preocupar
a todo tempo com o que eu irei me tornar
mas se eu já tive a visão de que eu vou ser um lixo
essa cena toda não carece de sentido
e se não dá pra chorar o leite derramado
eu choro o leite que ainda estou por derramar
um leite tão salgado quanto o mar mais vivo
e as minhas esperanças tem a forma de uma lesma

foram mais de nove meses pra eu parar de pensar em isadora
e a consequência disso me ataca toda hora
e afeta o dia a dia de uma forma que eu não gostaria de aceitar
e o tempo todo eu tenho que ouvir as mesmas coisas das pessoas
que eu já resolvi dentro da minha própria cabeça
e eu finjo que ainda devo escutar
mas eu não aguento mais

e na verdade, eu aguento e escuto pela milésima vez
a minha at-tude tem até melhorado
a minha saúde física e mental também
mas o mundo ao meu redor ainda é o mesmo
então eu mudei pra quê, pra quem?
se tudo que me cerca é falho
de que adianta esse sonho de ser perfeito?

se a vida é tipo um jogo eu quero me jogar
da janela do terceiro andar
não é pra morrer, é só pra acordar
e aos poucos me vingar
quando vocês souberem que eu sou efêmero também
a minha imagem vai fazer falta
e os detalhes antes não vistos vão p-ssar a transparescer

eu agradeço a deus por tudo
mesmo não acreditando muito
e mesmo tudo sendo algo ruim;
é melhor sentir isso que não ter início nem fim
é isso que vocês não entendem
eu prefiro o lixo que o nada
eu prefiro um ódio sincero
que uma compaixão inventada
vocês nunca me dão ódio
e me botam numa bolha
eu me sinto tão longe de tudo
como é que ninguém nota!?
toda música é um grito
todo verso é um tiro
você diz que eu sou contido porque não percebe isso

se a vida é infinita eu quero conformar
com as regras que o universo dá
ao invés de buscar uma alternativa
que não existe
não existe
se ela existisse eu ia ignorar
por ser impossível de alcançar
e eu olharia na tua cara e riria pra te zoar
pra você ver que eu não ofendo só a mim mesmo
que no fundo eu sinto algo
que eu quero muito te mostrar…

e a escola que é meu coração aumenta seu volume
na avenida dá-se um acidente
duas pessoas morrem